O DRONE AO SERVIÇO DA AGRICULTURA

 

Otimização do fornecimento de insumos

Num verdadeiro laboratório voador, o UAV transporta um ou mais sensores em função das medições a efectuar: estimativa da biomassa, taxa de clorofila, stress hídrico ou imagens simples (por exemplo, para estimar danos causados por pragas ou para localizar árvores doentes numa floresta).

Uma vez recolhidos os dados em bruto obtidos durante o sobrevoo, a informação ainda precisa de ser analisada e interpretada para se obterem recomendaçõesconcretas. Com o que a cartografia terá revelado, será possível afinar as entradas de acordo com as zonas da parcela, e apontar as áreas onde intervir.

As aplicações são numerosas: cálculo das doses de fertilizantes azotados (trigo e colza), controlo da produção de biomassa (pastagens), estimativa dos danos causados à caça ou ao alojamento e, no futuro, detecção de doenças foliares e de infestantes.

As utilizações dos UAV estão a evoluir tão rapidamente como as suas tecnologias. Em breve será possível integrar directamente os dados adquiridos pelo UAV no software agrícola de precisão, por exemplo, para controlar os espalhadores de fertilizantes.

O sensor multiespectralParrot SEQUOIA+ está a revolucionar o sector ao oferecer uma solução completa, adaptável e compatível para todos os UAV. Graças aos seus dois sensores, multiespectral e solar, a Sequoia+ analisa a vitalidade das plantas capturando a quantidade de luz que elas absorvem e depois reflectem. Esta recolha de dados permite ao agricultor actuar nas suas parcelas de uma forma óptima.

A rede Instadrone, em colaboração com engenheiros enólogos, está a desenvolver um protocolo de captura e análise para a viticultura. Este serviço será em breve comercializado.

Optimize o seu rendimento agrícola e faça poupanças

Captura com precisão de alta tecnologia

Meios técnicos

Câmara multiespectral Sequoia

DJI Phantom 4 Pro

Mapa NDVI sobre uma vizinhança ecológica para Eiffage

Ebee

NDWI

TOP